Teoria da Exterogestação

Teoria da Exterogestação

No primeiro mês de vida, muitos bebês apresentam crises de choros de difícil consolo, que muitos chamam de cólicas.
Mas será que o problema sempre está na barriguinha?

👉 Por que os bebês tem crises de choro?
Existe a teoria da exterogestação, que corresponde ao período em que o bebê se adapta a vida extrauterina. Vale lembrar que durante a gestação, o bebê não experimentava sensação de fome, frio, calor, sono, luminosidade etc.
E ao nascer se depara com todas essas sensações novas, o que pode ser bem estressante.

👉 O que fazer para consolar o bebê nesses momentos?
Na medida do possível, manter a calma dividir o cuidado com quem estiver disponível. Oferecer segurança e consolo nesse momento ajuda a acalmar o bebê. Mas algumas medidas podem ajudar a mimetizar o ambiente intrauterino, como:
– Colo: Não existe colo “demais”, principalmente nessa fase. Para deixar os pais com as mãos livre, os slings (carregadores de pano), tendem a ser uma boa solução.
– Ruídos brancos: O shh!, aquele chiado que fazemos para os bebês acalmarem funcionam nesses momentos. Existem também aplicativos com sons que lembram o ambiente intrauterino.
– Balanço: Ninar o bebê com movimentos ritmados, com apoio para o pescoço, lembra a sensação que eles tinham durante a gestação enquanto a mãe caminhava.
– Sucção: Oferecer algo para o bebê sugar, tem poder calmante. Oferecer o seio materno é uma boa opção, porém é importante tentar acalmar um pouco o bebê antes,pois caso ele vá muito agitado para o seio, poderá fazer uma pega errada e causar lesões.
– Casulinho: Fazer um casulinho de pano com o bebê, pode ajuda-lo a se sentir mais acolhido. Porém sempre sobre supervisão e por períodos breves para não limitar seus movimentos.

Com essas medidas em conjunto, o bebê costuma se acalmar por alguns períodos, caso o choro seja inconsolável, é importante avaliação médica!

No Comments

Post A Comment

WhatsApp chat